Sr. Brasil entrevista Sebastião Biano

O Mestre dos Pífanos, Sebastião Biano, lançou pelo Selo Sesc seu primeiro CD solo e marcou presença no programa Sr. Brasil, da TV Cultura. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa do Selo Sesc.
Entrevistado por Rolando Boldrin, o músico contou sobre sua carreira, onde começou a tocar pífano em 1924 e como se tornou o fundador da Banda de Pífano de Caruaru. Junto de sua banda, Sebastião tocou duas músicas do novo disco. Boldrin elogiou o trabalho de Mestre Biano. “Que trabalho bonito o Sesc fez com vocês. O Sesc que produziu com vocês.”
O Selo Sesc constrói um precioso acervo artístico pontuado por obras de variados estilos, da música ao teatro e cinema, além de tocar duas músicas. Lançou neste ano os CDs “Mãe Carinhosa”, da cabo-verdiana Cesaria Evora”; o documentário “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro”, dirigido por Carlos Nader; e o DVD triplo “Os Náufragos do Louca Esperança”, da diretora francesa Ariane Mnouchkine, todos divulgados com sucesso pela Atelier.
Confira abaixo o programa na íntegra:

Atelier emplaca novo CD do Selo Sesc em dois jornais do Nordeste

O lançamento do Selo Sesc, Sebastião Biano e Seu Terno Esquenta Muié, de Sebastião Biano, ocupou a capa e uma página do Jornal do Commercio, de Pernambuco, e é notícia de meia página no jornal A Tarde, principal jornal da Bahia. A divulgação dos projetos viabilizados pelo Selo Sesc é um trabalho feito pela equipe da Atelier de Imagem e Comunicação.
O primeiro álbum solo de Sebastião Biano conta com 18 faixas é e um misto de musicalidade e memórias narradas pelo próprio músico. Além das canções clássicas do repertório, que influenciaram a trajetória da música popular brasileira, o disco possui músicas de autoria de Biano. Sobre suas inspirações, ele explica: “É do galope de cavalo, aquele compasso que inspirava música. Ou o canto de um pássaro também. Eu me esqueci de muitas músicas, mas agora vem aparecendo algumas, do tempo de criança com meu pai”.
O Selo Sesc, em atividade há 11 anos, busca registrar o que de melhor é produzido na área cultural, construindo um precioso acervo artístico pontuado por obras de variados estilos, da música ao teatro e cinema.
Veja as matérias abaixo:
jornal do commercio biano
Sabastiao Biano - A Tarde

Sebastião Biano ganha página no Estado de Minas

O primeiro CD solo de Sebastião Biano, fundador e último remanescente da formação original da Banda dos Pífanos de Caruaru, ganhou capa do caderno de cultura do jornal Estado de Minas.
O CD intitulado “Sebastião Biano e seu Terno Esquenta Muié”, lançado pelo Selo Sesc, registra exclusivamente composições do artista além de regravações de músicas importantes de sua trajetória. Ao jornal mineiro, Biano contou sua carreira na música, principalmente sendo conhecido como “Mestre dos Pífanos”.
Em atividade há 11 anos, buscando registrar o que de melhor é produzido na área cultural, o Selo Sesc constrói um precioso acervo artístico pontuado por obras de variados estilos, da música ao teatro e cinema. Todos divulgados junto a mídia pela Atelier de Imagem e Comunicação.
Confira a matéria abaixo.

Sebastião Biano no jornal Estado de Minas
Sebastião Biano no jornal Estado de Minas