Uma estratégia para as marcas chamada “CCXP”

A Comic Con Experience deixou de ser apenas um evento de entretenimento para se tornar um evento importante de negócios.
 
A CCXP 18 – Comic Con Experience 2018 aconteceu entre os dias 6 e 9 de dezembro, em São Paulo, e reuniu 262 mil visitantes de todo o país. Com mais de 100 marcas e 42 artistas internacionais para impressionar os fãs, tornou-se a maior feira de cultura pop do mundo. Junto com ela, as portas de um universo mágico se abriram: stands modernos, artistas famosos, cosplayers e produtos raros do universo nerd ficaram no holofote, transformando o evento em um paraíso de um público bem exigente e de todas as idades.
 
Se a programação rendeu diversas novidades a quem esperou o ano todo pelo evento, para as marcas essa é a grande oportunidade de se aproximar do seu público, entendendo suas necessidades, estreitando relacionamentos e descobrindo uma nova forma de se comunicar ou até mesmo de se reconectar com eles. Um exemplo disso foi o stand da Turma da Mônica, produzido pela Mauricio de Sousa Produções, que levou para o seu espaço de 270 m², alguns personagens de seis metros de altura impossíveis de não serem notados. Entre as atrações, o lançamento oficial do jogo eletrônico Mônica e a Guarda dos Coelhos, produzido pela brasileira Mad Mimic Interactive, foi a grande novidade da turminha que, com quase 60 anos de existência, retorna ao mundo dos games. Feito de fãs para fãs, a aventura multiplayer é uma ótima oportunidade de juntar os amigos e jogar com o seu personagem favorito dos gibis. Os participantes da CCXP puderam desbloquear o jogo durante o evento e jogar, pela primeira vez, com exclusividade.
 

 
Além disso, quem passou pelo stand, teve a oportunidade de vivenciar um clássico das histórias dos quadrinhos da Turma da Mônica: uma cabine forrada com pelúcias do Sansão, o coelhinho mais arremessado da história, estava disponível para que todos pudessem tirar fotos e postar em suas redes sociais.
 
Junto a essas experiências, não poderia ter faltado a presença ilustre do próprio Mauricio de Sousa, que distribuiu diversos autógrafos e sorrisos. Ele e toda a equipe da Mauricio de Sousa Produções, sabe da importância dessas ações para renovar sua comunicação com os mais diversos tipos de público.
 
Outro stand que apresentou novidades foi o do Grupo Globo, que utilizou a representação de uma plataforma de petróleo para divulgar a série Ilha de Ferro, uma produção brasileira que conta a vida de Dante (Cauã Reymond) na plataforma de petróleo e o conflito criado com a chegada da nova gerente Julia (Maria Casadevall), que pretende provar o seu valor ao trabalhar em um ambiente hostil. A nova série é um conteúdo exclusivo para a plataforma digital do grupo, a GloboPlay, que também anunciou a inclusão de 100 séries internacionais ao seu catálogo até o final de 2019, deixando para trás o modelo de apenas transmitir produções originais.
 
CCXP também é negócio!
 

 
O mercado de entretenimento e audiovisual só cresce. Sabendo dessa demanda por negócios, a CCXP criou o convite Unlock, que permitiu executivos, produtores e diretores terem acesso a painéis, bate-papos, entrevistas e outras regalias exclusivas para conhecerem as oportunidades de investimentos e empreendedorismo na área. As mesas de conversas contaram com nomes de peso como Google, Youtube, Cinemark e o atual Ministro da Cultura do Brasil, Sergio Sá Leitão. A credencial ainda permitia acesso ao happy hour de networking com profissionais da área, uma visita guiada pela montagem do evento e a apresentação da Geek Power 2018, pesquisa realizada para coletar e analisar o consumo dos amantes da cultura pop no Brasil.
 
Em tempos em que a internet bombardeia as pessoas com um alto volume de informações, saber se comunicar é a chave para criar e aprofundar o vínculo entre a marca e o público. As ações realizadas pela Maurício de Sousa Produções e pelo Grupo Globo, são alguns exemplos bem positivos: a Turma da Mônica que se torna jovem, vem buscar os filhos de seus fiéis fãs; já a plataforma GloboPlay, que mostrou em grande estilo que está em processo de transição, se espelha em grandes empresas como a Netflix, vivendo um novo momento de concorrência pelo serviço de streaming online. Além da nacional GloboPlay, a Amazon Prime, a Hulu e opções de canais televisivos como a HBO Go e o Telecine Play são formas de roubar a fatia do mercado praticamente monopolizado pela gigante no Brasil. E é dessa forma que a Comic Con Experience continua se provando como um grande evento, não só para a diversão, mas também como uma grande oportunidade de negócio.