Valor Econômico publica entrevista com o presidente do IPT

Em reportagem sobre a criação da Empresa Brasileira para Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), o jornal Valor Econômico entrevistou o presidente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Fernando Landgraf. O IPT está entre as três entidades de pesquisas credenciadas pela Embrapii para desenvolver atividades inovadoras.

A matéria destaca que, no Instituto, os principais projetos em andamento incluem a produção de matéria-prima para fabricação de coletores solares fotovotálticos, destinados à geração de energia elétrica. O quilo desta matéria-prima tem preço médio de mercado de U$ 30, enquanto o similar metalúrgico custa R$ 2. “A atividade vai agregar valor à indústria produtora”, afirma Landgraf.

ValorEconomico19042013

Imprensa de Mogi das Cruzes destaca mapeamento de áreas de risco do IPT

Após dois dias de vistorias técnicas, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) apontou a existência de 11 áreas de risco na cidade de Mogi das Cruzes, no Alto Tietê paulista. O mapeamento foi destaque da imprensa regional, com reportagens em jornais como o Diário de Mogi e o Mogi News, além da TV Diário, afiliada da rede Globo na região.

O mapeamento completo será divulgado no próximo mês e disponibilizado para as Defesas Civis do Estado e do Município. Marcelo Gramani, pesquisador do IPT, foi entrevistado pelos veículos, adiantando que “a maioria das regiões mogianas identificadas, em especial as que se encaixam na condição de escorregamento, apresenta risco alto”. O IPT classifica os locais em quatro níveis de risco: baixo, médio, alto e muito alto. Além desses, existem também as situações de risco iminente.

Pesquisador do IPT é entrevistado pelo Jornal Hoje

O Jornal Hoje, da TV Globo, veiculou em 4 de abril reportagem sobre o trabalho desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para averiguar os equipamentos que mais consomem energia elétrica nas residências.

O pesquisador Mário Leite demonstrou como economizar gastos com os aparelhos domésticos. Foi apresentado um aparelho que calcula a potência de cada equipamento e eletrodoméstico, depois relaciona com o tempo de uso. “Uma televisão ligada durante seis horas por dia tem o consumo de 3,6 KW/h, que vai custar R$ 1,60 por mês”, diz pesquisador.

Mário Leite ainda comenta que o mais preocupante em uma cozinha é a geladeira, que fica ligada durante 24h por dia, o que gera um custo aproximado de R$ 21,07 por mês, chegando a ser 10% de uma conta familiar média de R$ 200,00.

Gabriel Rossi fala sobre o caso Ades para o Brasil Econômico

Reportagem sobre a crise enfrentada pela empresa Unilever após anunciar o recall de um lote da bebida Ades – por problemas de contaminação do produto – contou com entrevista do estrategista em marketing Gabriel Rossi. A matéria foi publicada em 22 de março.

Rossi explicou que a primeira ação de uma empresa que enfrenta esse tipo de problema deve ser oferecer uma resposta rápida e manter uma postura de transparência com os clientes. “O que acontece na maior parte das vezes é que as empresas emitem comunicados frios e se fecham até a ‘poeira baixar’, dando espaço para especulações”, relata no texto.

O estrategista contou ainda que, apesar de as empresas terem equipes de gestão de crise, o desafio de acompanhar de perto ou controlar o fluxo de informação na internet é quase impossível. “Hoje o cliente consegue reclamar ou denunciar um problema em tempo real, de qualquer lugar, com um celular”. Confira na íntegra:

brasileconomico22032013