Sistema de Ensino dos colégios do Grupo A Educacional é destaque no jornal O Estado de S. Paulo

O Colégio Aprendendo a Aprender, pertencente ao Grupo A Educacional, foi fonte de reportagem para o jornal O Estado de S. Paulo, sobre o método SuperCérebro, que será implantado aos alunos de 5 a 10 anos a partir do segundo semestre deste ano. Adriani Escudero Magalhães, coordenadora pedagógica do Aprendendo, foi personagem de matéria do caderno Estadão.edu. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela Assessoria de Imprensa do Grupo A Educacional.
Sabemos que com o acúmulo de funções, a tecnologia tornou-se uma grande aliada por ser ágil, mas ela também deixou as pessoas mais sedentárias, fazendo com que exercitem menos o cérebro. Por isso, escolas de todo o país estão adotando métodos diferenciados para estimular os alunos. A chamada ginástica cerebral incentiva a memorização, concentração e o cálculo mental.
A partir de agosto, alunos dos colégios pertencentes ao Grupo A Educacional (Aprendendo a Aprender, Concórdia, Horizontes e Liceu Santa Cruz) passarão a ter aulas de estímulo, uma vez por semana, como atividade extracurricular. “As crianças estão muito envolvidas no mundo virtual. Uma realidade que, muitas vezes, não as estimula a memorizar e fazer contas. Há informações de todos os lados, impedindo a concentração. Isso é muito prejudicial para o ensino”, diz Adriani.
Todos os profissionais dos quatro colégios realizaram cursos e estão capacitados para usar este método, diferencial que Gustavo Lian, presidente do Grupo A Educacional, procurava: “Nós queríamos um diferencial para o nosso ensino, porque a calculadora atrofiou a cabeça dos jovens. Queremos estimulá-los a pensar, porque isso vai trazer benefícios para todas as disciplinas e todas as etapas de ensino”.
A matéria também foi publicada no Estadao.com, além de estar na versão online da Revista IstoÉ e portal R7.
Confira abaixo a matéria na íntegra:
Grupo A - O Estado de S. Paulo - 01.08.2016