Investimento da EMBRAPII ganha destaque na Coluna Mercado Aberto

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) teve destaque hoje na Coluna Mercado Aberto, da Folha de S. Paulo. A nota fala sobre as expectativas da #EMBRAPII para 2017, além de dados sobre projetos contratados e que segmentos poderão ser promissores nos próximos anos. A Atelier é responsável pela assessoria de comunicação da EMBRAPII.
Segundo o diretor-presidente, Jorge Guimarães, os projetos de inovação neste ano deverão receber R$ 160 milhões neste ano, ou seja, 8,9% a mais que em 2016. A entidade também pretende ampliar sua estrutura. “Uma das prioridades dos novos projetos neste ano será a indústria química, que está sub-representada no programa”, afirmou Guimarães. No último ano, a indústria eletroeletrônica foi a que mais recebeu aportes. Os investimentos são divididos entre empresas (45%), Embrapii (32%) e Centros de Pesquisas (23%).
A EMBRAPII foi criada em 2013 com o objetivo de se tornar um meio entre o setor produtivo e os centros de conhecimento e diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. Primeiro, são feitas Chamadas Públicas de qualificação para universidades e centros de pesquisa, públicos ou privados. Os candidatos aprovados tornam-se Unidades da EMBRAPII.
 
Mercado_Aberto_03_02_17

Acordos da EMBRAPII ganham repercussão na imprensa de Minas Gerais

Com o objetivo de fomentar a inovação no Brasil, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) fechou acordos com o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e com a Unitec, por meio da Unidade EMBRAPII Inatel, e ganhou uma página inteira no jornal Diário do Comércio de MG, além da Rádio CBN, que fez a cobertura do evento. A Atelier é responsável pela assessoria de comunicação da EMBRAPII.
Segundo o jornal Diário do Comércio, a cooperação vai permitir que um número maior de empresas mineiras sejam apoiadas e financiadas por meio de uma das Unidades da EMBRAPII e ainda recebam crédito da BDMG em um processo muito mais ágil. “A parceria é especifica para empresas mineiras de inovação que forem selecionadas para o projeto de apoio da EMBRAPII. Esse trabalho é importante porque ainda há um grande buraco entre a produção científica e a produção tecnológica no País. A parceria com o BDMG vai facilitar a associação das empresas com os núcleos da EMBRAPII e propiciar um modelo eficiente para estimular a inovação no Estado”, afirmou Jorge Guimarães, diretor-presidente da EMBRAPII.
A EMBRAPII foi criada em 2013 com o objetivo de se tornar um meio entre o setor produtivo e os centros de conhecimento e diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. Primeiro, são feitas Chamadas Públicas de qualificação para universidades e centros de pesquisa, públicos ou privados. Os candidatos aprovados tornam-se Unidades da EMBRAPII.
Confira a matéria abaixo:
EMBRAPII - Diario do Comercio MG - 25.01.2017

Folha de S. Paulo informa sobre novo chamado da Embrapii

O jornal Folha de S. Paulo, em sua sessão Mercado Aberto, destacou a próxima chamada da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e entrevista o diretor-presidente da instituição, Jorge Almeida Guimarães. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de comunicação da Embrapii.
Segundo a publicação, desde 2014, foram destinados R$ 300 milhões de um total de R$ 1,5 bilhão para parcerias com laboratórios de pesquisa. “A próxima chamada foi aprovada pelo conselho. Resta apenas definir quais setores serão priorizados”, informou ao jornal o diretor-presidente, Jorge Almeida Guimarães.
Ainda segundo o jornal, nesta sexta-feira (20), a empresa assina uma parceria com a Escola Politécnica da USP, onde serão investidos R$ 30 milhões em projetos de construção civil, em um prazo de seis anos.
A Embrapii foi criada em 2013 com o objetivo de se tornar um meio entre o setor produtivo e os centros de conhecimento e diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. Primeiro, são feitas chamadas públicas de qualificação para grupos de cientistas que atuam em universidades e centros de pesquisa, públicos ou privados. Os grupos aprovados tornam-se unidades da Embrapii.
Confira a matéria abaixo, ou clique aqui para ver ler no site da Folha de S. Paulo.
Embrapii - Folha de S. Paulo - 26.08.2016

EMBRAPII ganha espaço em reportagem da revista Exame

A Embrapii, Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial, ganhou espaço em ampla reportagem da edição especial da revista Exame – Melhores & Maiores – As 1000 Maiores Empresas do Brasil, intitulada “Sem inovar, Brasil abre mão de uma rota para sair da crise”, com tiragem de 185 mil exemplares. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela Assessoria de Imprensa da Embrapii.
Segundo o veículo, falar da dificuldade de inovar no Brasil é como criticar a Seleção Brasileira de Futebol: todo mundo tem algum palpite. A Embrapii, empresa criada em 2013, é vista como um exemplo de como driblar alguns entraves que tornam a inovação no Brasil coisa para abnegados, tendo como objetivo ajudar os institutos de pesquisa e os laboratórios brasileiros de universidades a escolher uma vocação, de acordo com a melhor especialidade de cada um deles.
Em três anos de funcionamento, a Embrapii já conseguiu cadastrar 17 institutos dessa forma. Cada um tem 16 metas mensais, como prospecção de clientes, participação em eventos e taxa mínima de sucesso de projeto. “Nossa meta de longo prazo é cadastrar 1.000 institutos de pesquisa na próxima década”, diz Jorge Almeida Guimarães, presidente da Embrapii. Um dos projetos em andamento envolve o centenário Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), vinculado à Universidade de São Paulo (USP), e credenciado na Embrapii como especialista em alto desempenho de materiais.
A Embrapii é mantida através de recursos dos ministérios da Educação e da Ciência. Patrocina um terço do valor dos projetos e o restante é negociado entre cada instituição de pesquisa e seus clientes. Até hoje, a empresa investiu R$ 54 milhões para cobrir um terço das despesas de 60 projetos.
Confira a matéria na íntegra:
Capa Exame
Sumario
01
03
05
07
09

Embrapii credencia instituições e é notícia no Diário do Comércio

O resultado preliminar da Chamada 02/2015, da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), é destaque no jornal Diário do Comércio, de Minas Gerais. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa da Embrapii.
A entidade credenciou sete novas unidades aptas a desenvolver projetos de inovação industrial. Entre as selecionadas, três são mineiras: Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais (DCC-UFMG), Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Uberlândia (Femec/UFU) e Fundação Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel-MG). Segundo o jornal, nesta etapa serão investidos R$ 100 milhões em recursos da Embrapii.
A Embrapii foi criada em 2013 com o objetivo de se tornar um meio entre o setor produtivo e os centros de conhecimento, além de diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. Primeiro, são feitas chamadas públicas de qualificação para grupos de cientistas que atuam em universidades e centros de pesquisa públicos ou privados. Os grupos aprovados tornam-se unidades da Embrapii.
Confira a matéria abaixo:
Diario do Comercio BH_03.03.16

Folha divulga a projeção da Embrapii para 2016

A coluna Mercado Aberto, do jornal Folha de S. Paulo, mostra um breve balanço da atuação da Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) em 2015 e os planos da entidade para 2016. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa da Embrapii.
Segundo o jornal, no ano passado foram aplicados R$ 125,6 milhões, com a assinatura de 70 contratos para o desenvolvimento de inovações tecnológicas. “Como as unidades novas têm proposto valores bem mais alto para os projeto, em 2016 esperamos captar pelo menos R$ 200 milhões”, afirma Jorge Guimarães, diretor-presidente da Empresa.
A Embrapii foi criada em 2013 com o objetivo de se tornar um meio entre o setor produtivo e os centros de conhecimento e diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. Primeiro, são feitas chamadas públicas de qualificação para grupos de cientistas que atuam em universidades e centros de pesquisa, públicos ou privados. Os grupos aprovados tornam-se unidades da Embrapii.
Confira:
Folha de S. Paulo_18.01.16

Embrapii ganha destaque no Jornal Valor Econômico

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) ganhou destaque na editoria de Agronegócios do jornal Valor Econômico. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa da Embrapii.
Vinculada ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, a Embrapii destinará pela primeira vez recursos para a área de biotecnologia. Em 2016, R$ 29 milhões serão desembolsados para o financiamento de pesquisas nas áreas de biocombustíveis, de geração de energia a partir da biomassa, de etanol de segunda geração e embalagens industriais mais eficientes para o transporte de alimentos.
Esses recursos foram disputados por 38 institutos e empresas de pesquisa e três foram selecionadas pela Embrapii para desenvolver os projetos, que também deverão contar com recursos dos próprios escolhidos e da iniciativa privada.
A Embrapii foi criada com o objetivo de se tornar um facilitador entre o setor produtivo e os centros de conhecimento e diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. O ministro Celso Pansera lembrou que, para receber os recursos da Embrapii, a instituição precisa comprovar capacidade técnica e, principalmente, sua relação com o setor privado. “Cada instituto, para ser credenciado pela Embrapii, tem que comprovar que captou, no mínimo, R$5 milhões da iniciativa privada para pesquisa nos últimos três anos”, explicou.
Confira a matéria na íntegra:
Embrapii

Embrapii está novamente no Valor

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) volta a ganhar destaque positivo do jornal Valor Econômico, em sua editoria Especial de Desenvolvimento & Inovação. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de comunicação da Embrapii.
Segundo o Valor, a Embrapii, que opera desde 2013, trouxe nova dinâmica na transferência de conhecimento da academia para a indústria. A entidade banca um terço do projeto de inovação, a empresa e o instituto de pesquisa envolvidos dividem o restante o orçamento.
Ouvida pela reportagem, a coordenadora de planejamento e negócios do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Flávia Motta, elogiou o modelo utilizado pela Embrapii. “A contratação acontece de forma rápida e fácil. Ficou mias fácil para as empresas.” A estrutura da Embrapii busca empresas interessadas no que está sendo desenvolvido em bancadas específicas. Além de prospectar bons projetos, as unidades cuidam de questões como pedidos de patentes, formatação dos contratos, etc.
Recentemente, a instituição foi uma das principais fontes da Revista Especial sobre Inovação, do jornal Valor Econômico, que entrevistou o diretor-presidente da entidade, Jorge Almeida Guimarães. Clique aqui para conferir.
A Embrapii foi criada com o objetivo de se tornar um meio entre o setor produtivo e os centros de conhecimento e diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. Primeiro, são feitas chamadas públicas de qualificação para grupos de cientistas que atuam em universidades e centros de pesquisa, públicos ou privados. Os grupos aprovados tornam-se unidades da Embrapii. Nos próximos seis anos, a entidade contará com orçamento de R$ 1,5 bilhão para projetos de inovação na indústria. Nesse período, a entidade deve agrupar projetos na casa dos R$ 4,5 bilhões.
Confira a matéria completa abaixo, ou clique aqui para conferir no site do jornal.

Embrapii no Valor Econômico - 12/11/2015
Notícia da Embrapii no jornal Valor Econômico, do dia 12 de Novembro de 2015.

Embrapii é fonte de revista especial do Valor Econômico

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) foi uma das principais fontes da Revista Especial sobre Inovação, do jornal Valor Econômico, que entrevistou o diretor-presidente da entidade, Jorge Almeida Guimarães. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de comunicação da Embrapii.
De maneira positiva, o Valor informa que a Embrapii foi criada para facilitar a transferência de conhecimento para a indústria. “Aproximamos cientistas, técnicos e empresários. A inovação flui”, diz Jorge Almeida Guimarães, diretor-presidente da Embrapii.
Ainda segundo o especial, nos próximos seis anos, a Embrapii contará com orçamento de R$ 1,5 bilhão para projetos de inovação na indústria. Nesse período, a entidade deve agrupar projetos na casa dos R$ 4,5 bilhões.
Confira a matéria completa abaixo:

Posse do novo diretor-presidente da Embrapii é assunto no Valor Econômico

Jorge Almeida Guimarães, pesquisador e acadêmico, assume o cargo de diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e é entrevistado por João Luiz Rosa, do jornal Valor Econômico. A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de comunicação da Embrapii.
Em matéria de meia página, Guimarães conta que recebe a missão de aproximar universidades e empresas para acelerar a inovação do Brasil. “Na relação com a indústria, os pesquisadores precisam aprender a lidar com prazos, metas, valor de mercado etc. Muitos deles acreditam que suas pesquisas têm valor, mas nem sabem se há mercado para aquilo em que estão trabalhando”.
A Embrapii foi criada em 2013 com o objetivo de se tornar um meio entre o setor produtivo e os centros de conhecimento e diminuir o risco das empresas dispostas a investir em inovação. Primeiro, são feitas chamadas públicas de qualificação para grupos de cientistas que atuam em universidades e centros de pesquisa, públicos ou privados. Os grupos aprovados tornam-se unidades da Embrapii.
Confira a matéria abaixo:
Embrapii - Valor